Compartilhe

sexta-feira, 10 de março de 2017

Sacerdores do sistema

Queridos leitores.


Triste e absorto em pensamentos de decepção estou, pelo que vejo no nosso país nos últimos tempos, em todas as áreas, mas interessadamente, neste momento, nas áreas política e religiosa, é que venho dissertar.

Nestes pensamentos inclui-se a chegada do período de prestação de contas ao leão da receita federal, que causa indignação, pois há a necessidade de declararmos as nossas rendas através de uma tabela de cáĺculo em que o percentual de reajuste já está defasado em mais de 80%. Assim quem não pagava imposto de renda passa a pagar e quem pagava pagará ainda mais. Uma mega tributação totalmente injusta que, faz a inconfidência mineira parecer uma simples brincadeira, sem desmerecer o movimento e sua importância para o país. Tudo piora quando penso na aplicação destes recursos. Dá vontade de chorar. Trata-se de aumento de impostos, todos os anos, de maneira disfarçada, sabendo-se que não será minimamente bem investido e boa parte será roubada. No entanto com o coração abrandado em Cristo Jesus, mas incisivo é que venho falar-lhes.

Falarei das duas áreas, política e religiosa, mescladamente. Nos últimos meses tenho ficado pasmo com a quantidade de aberrações que tenho visto e ouvido na esfera religiosa. Não sei se acontece no mundo todo, pois não tenho presença física internacional, mas aqui no Brasil chega-se a pensar que estamos vivendo verdadeiramente o fim dos tempos. Talvez seja o fim dos tempos para o Brasil, infelizmente. Certamente Deus deve estar segurando sua mão ao olhar para uma nação que faz a festa da carne e se constata que Sodoma e Gomorra é "café pequeno" nos lugares onde o carnaval é "festejado". Crentes e músicos gospel participam do carnaval com seus blocos ou outros, com a justificativa falsa de evangelização.  Crentes em delírio, como que possuídos por demônios em meio ao fervurim, rebuliço, orgia e voyeurismo carnavalescos. Falarei um pouco mais logo depois.

Na época de Jesus Cristo o sistema religioso estava muito corrompido (bem menos do que a política brasileira). Os líderes religiosos de maneira completamente hipócrita pregavam o que não viviam e faziam sua interpretações tendenciosas das escrituras, valendo-se disto para seus interesses e manipulação do povo. Hoje os "nossos" políticos fazem suas negociatas, seus lobbies, seus acordões, sua corrupção de cara deslavada, sem constrangimento algum,  para todos verem. Mas a coisa passou muito deste ponto e ordens judiciais não são cumpridas, pessoas são mortas, a Carta Magna não é cumprida, novas leis são formuladas para benefício dos próprios políticos, que aumentam seus salários enquanto o povo perde sua aposentadoria, vendem leis, entregam a riqueza da nação a quem pagar mais, traem a pátria ao deixar interesses internacionais prevalecerem sobre o bem estar e interesses da população, etc. Mas como posso falar de política se disse começar com a parte religiosa? Simples! Porque na área religiosa acontece exatamente a mesma coisa. O negócio do diabo é sempre o mesmo. As táticas do mal são sempre as mesmas, a saber, matar, roubar e destruir.

Líderes religiosos à exemplo dos políticos fazem muito pior. Pior porque usam o nome de Deus nas suas falcatruas, em quem certamente não acreditam. Pensarão que serão perdoados mesmo vivendo na iniquidade? Tais supostos líderes e suas falsas igrejas de Cristo vivem da venda da palavra de Deus, negociam o sangue de Cristo, tornam-se profissionais da fé. Fazem lobbies, acordos, mentem, enganam, e aumentam o seu patrimônio, contrariando o que dizem as escrituras. Suas vidas são tão corruptas que fazem crer que Deus não existe, àqueles que tentam se achegar à Deus, fazendo-os pensar que tudo não passa de balela para a manipulação da massa humana. O exemplo que dão aos outros, quando descobertos (muitas vezes agem as claras), é de corrupção, adultério, ganância, pedofilia, e tudo o mais que o apóstolo Paulo deixa claro para aqueles que não entrarão no Reino de Deus.

São sacerdores cruéis do sistema que vivem para que este sistema mundano continue com suas engrenagens implacáveis funcionando, enganando as pessoas e roubando seus recursos. O curioso disto é que quando se fala em sistema e coisas relativas a isto, as pessoas já apontam como teoria de conspiração de um povo "viajado". Será mesmo? 

Quando Jesus viveu entre nós, aquele sistema religioso corrompido o tratava como embusteiro, conspirador, pessoa perigosa que podia colocar em risco todo o sistema estabelecido e que deveria ser morto para o bem da nação. Pensavam assim mundanamente, mas Elohim tinha plano bem parecido, no entanto espiritual e reconciliador. Muito mais e maior do que eles esperavam. A verdade estava com Yeshua Hamashia, pois Ele é Deus. Devemos temer tais rótulos? Jesus nos disse que aqueles que defendessem a verdade do seu evangelho também seriam ridicularizados, humilhados, perseguidos, mas assim como Ele venceu o mundo também venceríamos. Então é só seguir em frente e diligentemente continuar a corrida que nos foi proposta, por isto continuo.

Hoje vemos líderes religiosos mancumunados na suas falcatruas. Outros em plena concorrência gospel para roubar o dinheiro dos "fiéis" com seus falsos dízimos, ofertas e patrocínios. Nomes diferentes, pouco criativos, para algo chamado roubo. Mediocres, estes estelionatários, roubadores, corruptos e corruptores instituem igrejas com o único objetivo de profissionalizar-se na fé para a exploração alheia e valer-se da suspeita isenção de impostos. Aproveitam-se da busca das pessoas por Deus para praticarem seus roubos vergonhosos nestas sinagogas do diabo. Estes sim roubam à Deus quando roubam seus semelhantes, seu próximo. Que amor é este que pregam? 

Assim como muitos músicos gospel que se entregaram as cuncupiscências da carne e do mundo e cederam ao poder do maligno, estes sacerdores do sistema fazem igualmente. Ou isto ou nunca perteceram a Cristo e jamais O conheceram. Citam as escrituras como fez o diabo, mas não são e nunca foram de Elohim. Há sangue inocente em suas mãos, mas não tem medo porque não creem em Deus. Se cressem teriam temor e tremor. Mas dou uma notícia importante: Deus existe e é VIVO. Os que praticam a injustiça, a mentira, o engano, a não misericórdia e o desamor ao próximo não usufruirão do fruto dos seus roubos. É essência de Elohim ser justo, não pode ser diferente disto. Deus não pode negar-se. Além disto existe a lei da semeadura, colhemos o que plantamos. Isto é certo e seguro que acontecerá. Poderá o homem escapar dos decretos de Elohim? Onde poderá se esconder? Poderá dizer ao Senhor como Ele deve agir? Poderemos dar ao Senhor algo que Ele necessite? Severo engano dos malfeitores pensar em escapar do justo juízo de Elohim e daquele que vem em Seu Santo Nome.

A conclusão é obvia. Do tempo final só sabe Elohim. Os que praticam o mal arrependam-se, peçam perdão e o abandonem, enquanto ainda há tempo. Aqueles que estão sob o domínio de tais líderes que saiam imediatamente destas sinagogas do diabo, que abandonem a mentira e a falsa doutrina, ore por isto, pois a justiça virá como flecha certeira. Certamente não se deve permanecer na roda dos escarnecedores ou se ouvirá do próprio Senhor que Ele não nos conhece e pedirá que se afaste da sua santa presença os que praticam a iniquidade.
"E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;

E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa." (Mateus 5:1-11)

Fiquemos todos na Paz, que excede todo o entendimento,
do Nosso Senhor Jesus Cristo de Nazaré.

Nenhum comentário: